Os vírus acompanham a humanidade há milhares de anos. A prova disso é a existência de genomas virais muito antigos que estão “embutidos” no nosso próprio organismo. Ainda assim, há alguns tipos específicos que causam efeitos indesejados ou letais nos seres humanos. Alguns exemplos são: AIDS, Dengue, Varíola, Raiva, Ebola e o próprio Covid-19.

Existem centenas de milhares de tipos de vírus catalogados (e alguns milhões de origem animal que ainda não foram descobertos). Já outros estão espalhados nos mais diversos lugares, como nas plantas, na água, no ar e no solo, e alguns desses podem ser resistentes a condições extremas de ambientes e temperatura.

A destruição ambiental pode aumentar a circulação de vírus 

Quando falamos na transmissão desses agentes, logo pensamos na relação entre seres humanos e/ou animais. No entanto, a destruição da natureza também pode aumentar a circulação dos vírus. Isso ocorre porque, ao destruir florestas e habitats naturais, por exemplo, expomos vetores desconhecidos que antes estavam isolados na natureza e os “liberamos” dos seus hospedeiros naturais.

Mudanças climáticas e o decorrente derretimento das calotas polares, por exemplo, também podem liberar vírus ou bactérias ancestrais que estavam “dormentes”. Um caso exemplar ocorreu recentemente, em 2014, quando uma equipe de pesquisadores descobriu dois tipos de vírus que estavam adormecidos por mais de 30 mil anos no pergelissolo da Sibéria – o Pithovirus sibericum e o Pollivirus sibericum.

Outros fatores ambientais de risco que contribuem para a disseminação de vírus incluem o aumento da demanda de carne para consumo, especialmente de animais selvagens, a falta de infraestrutura e saneamento básico e também o rápido crescimento da população, que, além de devastar grandes espaços naturais para dar lugar a novos centros urbanos, também acelera a transmissão dos vírus com as altas aglomerações.

Cuidar da nossa saúde é essencial e não envolve somente os cuidados com o nosso próprio corpo. O nosso planeta é uma caixinha de mistérios e esconde muitos segredos que ainda podem ser desvendados. Por isso, é tão importante preservarmos o nosso meio ambiente: A degradação da natureza tem impactos diretos na nossa vida e as consequências podem ser devastadoras.

Gostou desse post e quer saber mais? Acesse nosso Instagram!

Sobre o(a) autor(a): Colégio Extensivo

Compartilhe

Deixar um comentário

Artigos relacionados

Leia tudo em nosso blog