Você já parou para pensar o que seria do mundo sem uma identidade cultural? Se ainda não fez isso, imagine como a sua vida andaria se não houvesse um rosto, um nome, sequer um apelido. É angustiante, não é mesmo? Um mundo sem cultura seria exatamente assim.

Muito é falado a respeito de cultura, mas pouco falamos sobre a sua importância e como ela pode ser construída de maneira sólida, firme, sobre os nossos pés. Para que tudo chegasse onde estamos na atualidade, houve um passado, um alguém que tentou.

O que é cultura?

A importância da cultura

Essa é uma pergunta bem difícil de responder em poucas palavras, mas, ainda assim, conseguimos formular algumas frases a respeito. De uma maneira bem geral, a cultura é tudo aquilo que constrói a história de um povo, que faz com que ele seja reconhecido daquela maneira. Também podemos dizer que é uma manifestação histórica que reflete em muitos elementos do que somos e do que fazemos.

Muitos dos elementos que podem ser encontrados e se encaixam na definição de cultura estão na fala, nas danças, na gastronomia, na arte e no artesanato. Ou seja, quando vamos a algum lugar e encontramos determinado objeto ou sentimos um sabor específico, podemos nos remeter a determinado povo.

A importância da cultura

A importância da cultura

Assim como já foi mencionado, a cultura ocupa um grande espaço na sociedade, principalmente por ela ser uma espécie de identidade para um povo. Sendo assim, definimos a sua importância como sendo a maior de todas. Sem cultura, não há história para ser contada.

Assim como a cultura Nordestina, que nos surpreende com nuances, sabores e vislumbres, o mundo inteiro tem as suas particularidades e cabe a nós apreciarmos cada uma delas. O respeito também deve estar envolvido nesse processo, afinal, todas as pessoas possuem o direito de ter uma identidade.

Cultura do Nordeste

Dentro do Nordeste, podemos mencionar algumas características culturais que fazem parte da nossa identidade. Temos como exemplo a festa de São João, que reúne diversos elementos típicos em um mesmo lugar, como o chapéu de palha, as bandeirinhas e os tipos de música apresentados.

Outro exemplo que pode ser mencionado é o da culinária. Na Bahia, encontramos o acarajé como ponto alto. De uma maneira geral, somos reconhecidos por comidas a base de macaxeira, inhame, batata doce e, principalmente, o milho.

Além disso, o sotaque pode ser considerado um elemento extremamente marcante para uma determinada cultura. Cada estado do Nordeste se mostra completamente diferente nesse aspecto, seja por uma pronúncia de vogal mais acentuada ou por um “s” estendido.

Então, agora todo mundo sabe que a cultura faz parte de quem nós somos e ajuda a construir nossa identidade. Por isso, orgulhe-se de quem você é e do que a sua terra tem a oferecer.

Se você achou este artigo interessante, não deixe de compartilhar!

Sobre o(a) autor(a): Colégio Extensivo

Compartilhe

Deixar um comentário

Artigos relacionados

Leia tudo em nosso blog